quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Sobre a amizade dos homens e a amizade das mulheres


Domingo. Fim de tarde. Bar lotado. Numa das mesas, dois homens. Noutra, duas mulheres.

Na mesa dos homens:
- Cara, eu tinha que te pagá este chopp.
- Capaz, tchê! Parceria sempre!
- O que tu fez ontem não tem preço!
- Tem sim, mas é barato! Me paga o chopp e tá tudo certo.
- Sério! Foi muito legal da tua parte!!!
- Paaaara, tchê!!! Já tá pegando mal!!!
- Tá bom, mas a guria é linda demaaaaais! E tri gente boa!
- Te apaixonou?
- Ainda não, mas tô empolgado!
- Beleza! Tu merece! Tu é do bem!!!
- Cara, só que até agora não entendi como aconteceu aquilo! Quando eu vi, tu já tava me apresentando ela!
- Bá...ela tava só olhando pra gente! Daí eu cheguei, né! Papo vai, papo vem e ela disse que tava afim de ti!
- Ã?
- É. Disse que me achou legal, mas tava te olhando desde o início da festa. Daí convidei ela pra ir até onde a gente tava! E foi isto...né!!!
- Cara....se eu casá com ela, tu vai sê padrinho...ceeeeeerto!!!!
Os dois gargalham. O papo segue. Cada um tomam mais dois chopps.  Tornam-se amigos de fé pro resto da vida.

Na mesa das mulheres:
- Amiga, eu não podia começar a semana com isto preso dentro de mim. Achei melhor ligar e te chamar  aqui pra falar!
- Ai...que foi, amiga? Tô assustada! Sabe que pode contar sempre comigo...sempre!
- É justamente sobre isto que eu quero falar. Não...eu não posso contar contigo! Eu vi isto ontem na festa!
- Amiga, não tô entendendo nada!!!
- Eu só queria te dizer que eu jamais podia esperar isto de ti, justo de ti! Isto magoa demais!
- Amiga, do que tu tá falando?
- Da festa ontem! Tu viu que eu tava olhando pro cara que tava parado no bar desde o início da festa!  Ele também tava olhando pra mim!
- Meu Deus! Que cara? Quem é?
-  Tu ficou com o cara que eu tava olhando. Fiquei esperando a noite toda e quando ele ia falar comigo, tu foi lá e ficou com ele!
-  Amiga, ele veio conversar comigo na saída do banheiro! Como é que eu ia sabê que tu tava olhando pra ele?
- Só queria te dizer que eu jamais esperava isto de ti. Jamais!!! Trocar a nossa amizade de infância por um cara em uma balada é demais pra mim!
- Amiiiiiga! Eu não to acreditando!!!!
- Quem não acredita sou eu! E tu vai ter que te esforçar para reconquistar a minha confiança. Bom, eu vou embora.
- Geeeeeente!!!! Isto não tá acontecendo!!!
As duas saem sem tomar nada. Ficam sete semanas sem se falar, até que uma amiga em comum costura a reaproximação. A amizade é retomada, mas com cicatrizes. 

Um comentário:

  1. É bem assim que acontece... são as formas de reagir....´
    muita calma feminina nessa hora, para não romper amizades preciosas e entender, que aquele não era o momento.....
    Sol

    ResponderExcluir