domingo, 27 de maio de 2012

Mulher gosta de dinheiro?


Sim, mulher gosta de dinheiro. E homem também.

Sobre a relação entre o bolso masculino e o interesse feminino, existem teorias para todos os pontos de vista. Dentre todas, a mais bem aceita e difundida é aquela hipótese que gerou dezenas de outros trabalhos sociológicos e antropológicos secundários ao explicar que a preferência de algumas mulheres por homens com bom lastro financeiro é uma espécie de herança do rastro evolutivo.

Em palavras simples, esta teoria explica que à época das cavernas, tudo que a mulher buscava era alguém que lhe desse morada, comida e segurança. O macho habilidoso o suficiente para protegê-la dos predadores, conseguir uma caça e garantir uma caverna para abrigar a prole tinha a preferência das fêmeas para gerar descendentes . Segundo a teoria, o dinheiro nada mais é do que a arma para caçar, alimentar e proteger. Logo, estes homens teriam a preferências das mulheres. Algo natural
Só que a comparação deixa de ser simples quando hoje, as mulheres também ganham dinheiro. Então quando puderam elas próprias comprar comida, casa e proteção, as fêmeas deixaram de ser fêmeas. Passaram a ser mulheres. E foram estas mulheres que obrigaram os machos a transformarem-se em homens.

Portanto, me parece que a afirmação de que mulher gosta de dinheiro é muito mais pré-histórica e histórica do que atual. Isto não significa que as mulheres de hoje não gostem de dinheiro. Lógico que gostam. Só que gostam na mesma proporção que gostam de si mesmas e gostam de homens. Por isto, homens e mulheres normais do nosso tempo sabem que um relacionamento está baseado na construção conjunta, tanto do lado financeiro quanto afetivo. 

É o normal. Não é a regra.

Não é a regra porque há mulheres que gostam tanto de dinheiro que vivem como mercadorias humanas a serem compradas por quem puder pagá-las, bancá-las. Estas mulheres, pela lógica, gostam mais de dinheiro do que de homem. No caso, este dinheiro é a proteção dos predadores, a conveniência de uma caverna e a caça para o jantar. A mulher de hoje que gosta mais de dinheiro mais do que de homem é a mulher que mantém mais explícitas as características históricas do rastro evolutivo. Aceita a nulidade emocional e existencial pela segurança financeira e o bom desenvolvimento de seus descendentes. São fêmeas na forma de mulheres.

Da mesma forma, há homens que gostam mais de dinheiro do que de mulher. Sociologicamente falando, gostam mais do poder que o dinheiro tem sobre as mulheres do que propriamente das mulheres. Prova disto é que gastam boa parte da vida para ganhar dinheiro que consomem com mulheres que gostam do dinheiro deles, mas não gostam deles. São machos na forma de homens.

E não é por acaso que homens que gostam mais de dinheiro do que de mulheres normalmente estão junto de mulheres que gostam mais de dinheiro do que de homens.

É uma espécie de Lei da Atração. 

Um comentário:

  1. Mulher não gosto de dinheiro, mulher AAAAAAAAAAAAADOOOOOOOOOOOORAAAAAAAAAAAAA dinheiro.

    ResponderExcluir