quarta-feira, 9 de maio de 2012

Sob a lua


Diálogo de namorados.

- Tá linda, né, amor!
- Nossa...desta vez tá demais!
-  Inspirada...
- Ã rã...inspirada e inspiradora!
- Ai, que lindo. Já tava com saudade...
- De mim?
- Hahaha... Tava falando da lua. Amo tanto lua cheia...
- Eu não amo. Só gosto
- Ai, por quê?
- Homem não ama a lua...
- Ai,...muito machista isto!
- Mas é! Fica assim...foda...pensa bem eu falando pra ti...“eu amo a lua”!
- É...tá certo...fica estranho!
-  Pois é...então...eu gosto...acho bem legal a lua...
- Tá vendo como ela caminha pelo céu?
- Ã rã...se arrasta, né...
- Sim...
- Parece que tá rastejando entre as estrelas...
- Ai, amor, que lindo isto...
- O que?
- Isto...dela rastejando entre as estrelas. 
- Tá...foi mal...
- Sério...ai, que lindo...
- Foi mal...
- Foi mal nada! Que lindo...”a lua rastejando entre as estrelas”...ameeei!
- Tá bem amorosa hoje, né! 
- Ã rã...é por causa dela!
- Então a lua influencia as marés, a agricultura, o corte de cabelo...e o instinto da minha namorada...
- Ã rã...a lua cheia me inspira, me entusiasma...
- É sempre assim...e coitado de mim na lua nova...
-  Para, bobo...
- Ã rã...
 - Ã rã?
- Que eu sou um bobo...
- Aimeudeus...para! E sabe uma coisa?
- Ã...
- Toda vez que olho pra lua e fico pensando na gente...
- Óóó...que meiguinha...beeem sentimental...
- Aiii...só to falando...tão legal ter uma lua pra nós dois...
- Eu também acho...tô só brincando!
- Tá...parô! Olhamos os dois pra ela então!

Silêncio. Os dois ficam alguns segundos contemplando aquele pão de luz. Ele comenta:

- Olha só...ela andou mais um pouco...tá vendo?
- Agora a lua que eu vejo não anda mais. Ela só rasteja...rasteja entre as estrelas...
- Ah é...engraçadinha...tá me tirando?
- Não...é sério, amor...achei tão lindo este teu olhar poético!
- Ah tá...
- É sério...
- Eu sei...tô brincando!
- Ai ai...
- Pois é...mas assim, coração...
- Ã...
- Bem legal dividir a lua contigo...mas...
- Sim...eu sei!
- Te adoro!
- Também te adoro!
- Beijo!
- Beijo!

Desligaram o telefone. Cada um em sua cidade. Faziam sempre isto. Para diminuir a distância, encontravam-se na lua.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário